10 Curiosidades sobre os anfíbios que você provavelmente não sabia
Bárbara Vitorino
1 – São conhecidos 39 diferentes tipos de modos reprodutivos nos anfíbios.

2 – As fêmeas podem ser muito criteriosas na hora de escolher seu parceiro para o acasalamento. Pode existir preferências por machos que cantam melhor, ou que são maiores, por exemplo.

3 – Em algumas espécies, são os machos que constroem os ninhos para a reprodução.

4 – Nas espécies em que os machos constroem os ninhos, as fêmeas podem fazer uma avaliação prévia da construção antes do acasalamento, e caso elas não gostem do resultado, podem desistir e abandonar o macho.

5 – Uma única espécie pode ter diferentes tipos de vocalização.

6 – Algumas anfíbios se comunicam por gestos corporais, levantando o braço, por exemplo.

7 – Em algumas espécies, os machos cuidam de seus filhotes contra predadores.

8 – Existem machos oportunistas, chamados de “macho satélite”. Ele se aproxima de um macho que está vocalizando e fica bem quietinho e calado. Assim que aparece uma fêmea atraída pela cantoria do outro macho, ele rapidamente trata de interceptá-la primeiro, obtendo sucesso no acasalamento.

9 – Na época reprodutiva, os machos de algumas espécies, ficam com os braços extremamente musculosos e desenvolvem estruturas que se assemelham a espinhos para ajudar a se fixar na fêmea durante o acasalamento.

10 – O menor sapinho do Brasil é conhecido como sapo-pulga e tem apenas 1 cm de comprimento.