Sapos fumam?
Victor Favaro
Muitos mitos rondam os sapos, as rãs e as pererecas, como são conhecidos popularmente os anfíbios anuros. Em vários lugares do Brasil é muito comum ouvir das pessoas alguns desses mitos, como por exemplo o do xixi de sapo – que pode cegar – ou um dos mais peculiares e que falaremos hoje: é o mito de que os sapos fumam.
Eu mesmo já ouvi estes e muitos outros quando criança. Mas será mesmo que os sapos fumam? Primeiro vamos entender um pouco desse mito, não é? As pessoas diziam sempre, que quando jogavam uma bituca de cigarro no chão, próximo a um sapo, ele pulava em direção à bituca e a comia, inflando seu corpo como se estivesse tragando. Mas qual seria a explicação para esse mito?
Os sapos enxergam muito bem, em quase todas as direções, e no momento da alimentação, respondem a vários estímulos, sendo um deles o estímulo a movimento. Muitas pessoas infelizmente se aproveitam dessa característica para “brincarem” atirando bitucas de cigarro acesas aos sapos esperando que eles fumem. Quando o pequeno sapo visualiza a bituca meio acesa quicando no chão, ele instintivamente vai atrás da bituca como se fosse uma presa. Mas por que ele infla?
Muitos sapos inflam o corpo como reação a algum perigo como estratégia de defesa. No momento da ingestão da bituca de cigarro acesa, é provável que ele tenha algumas queimaduras internas, e por conta disso ele infla o corpo reagindo ao que havia lhe causado mau. Vale lembrar que este é um mito, e jogar bitucas de cigarro aos sapos só estará lhe causando mau.