Ordem:
Família:

Anura

Hylidae

Scinax x-signatus

Ainda não encontramos.

Status de conservação:

IUCN:

Lista Nacional:

Projetos e ações

Ainda não encontramos.

Unidades de conservação

Ainda não encontramos.

DESCRIÇÃO​

Focinho subelíptico-ovoide pela visão dorsal, arredondado no perfil; Tímpano relativamente grande, com cerca de 2/3 do diâmetro do olho; Saco vocal único, expandido externamente; Comprimento dos dedos: I <Il <IV <III; discos dos dedos grandes, porém, mesmo os maiores, são muito menores que o tímpano, devido ao grande tímpano; Dedos sem membrana interdigital, lados dos dedos com uma leve crista; Tubérculos subarticulares dos dedos moderadamente desenvolvidos, único; Prepolex ausente; Dorso ligeiramente rugoso, sendo da mesma forma, o ventre; Comprimento dos dedos dos pés: I <II <III = V <IV; discos bem desenvolvidos; Fórmula para a membrana interdigital dos pés: dedos I 2^+-2^+ II 1 1⁄2-2 1⁄2 III 1 1⁄2-2 2/3 IV〖 2〗^+-1 V; Dorso castanho escuro, com mancha em forma de X; SVL 42,5 mm (macho); Comprimento da cabeça 34% SVL; Largura da cabeça 32% SVL; Comprimento da coxa 44% SVL; Comprimento da tíbia 50% SVL; Comprimento do pé 41% SVL.

Localidade Tipo:

“Província Bahiae”, Brasil

Holótipo

Ainda não encontramos

Parátipos

Ainda não encontramos

Artigo de descrição

Variações da espécie / Morfotipos

Ecologia e história natural

Espécie generalista em relação ao uso dos recursos alimentares, com dietas baseadas principalmente em artrópodes, com predomínio de categorias como aranhas, besouros, larvas de insetos e gafanhotos, sendo encontrado também material vegetal, podendo ser ingerido acidentalmente junto à algum alimento ou não, ainda não se sabe sobre proveitos retirados de material vegetal para a espécie. Possui hábitos noturnos com maior frequência na segunda metade da noite, entre 20h e 00h. Seu período de reprodução ocorre principalmente em dezembro. Com o holótipo perdido durante a Segunda Guerra Mundial, e ausência de neótipos, Scinax x-signatus, Hyla affinis e H. coerula foram sinonimizadas. Existem evidências descritas que determinam um complexo de espécies abrigados por S. x-signatus (Sichieri et. Al, 2019) e necessita-se de uma revisão taxonômica e análises moleculares.

Ameaças

Ainda não encontramos.

Etnobiologia

Ainda não encontramos.

Tipos de Ambientes

Em geral são encontrados em -Lagoas, em locais com mais herbáceas -Solo e rochas -Altura média de empoleiramento 30,70±40,70cm

Galeria de ambientes

Biomas / Eco-regiões

Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica

Vocalização

Descrição do canto

O canto de anúncio tem uma grande largura de banda, com variações de 141 a 6785 Hz, com a frequência dominante variando de 1034 a 3790 Hz. Cantos curtos (98 a 345 milissegundos) com 5 a 27 pulsos por canto e, aproximadamente, 31,88 a 90,55 pulsos/s. A variação da duração do pulso é de 5,27 a 26,08 ms, com intervalos de 1,21 a 18,44 ms.

Variações de canto

Reprodução

Espécie generalista em relação ao uso dos recursos alimentares, com dietas baseadas principalmente em artrópodes, com predomínio de categorias como aranhas, besouros, larvas de insetos e gafanhotos, sendo encontrado também material vegetal, podendo ser ingerido acidentalmente junto à algum alimento ou não, ainda não se sabe sobre proveitos retirados de material vegetal para a espécie. Possui hábitos noturnos com maior frequência na segunda metade da noite, entre 20h e 00h. Seu período de reprodução ocorre principalmente em dezembro. Com o holótipo perdido durante a Segunda Guerra Mundial, e ausência de neótipos, Scinax x-signatus, Hyla affinis e H. coerula foram sinonimizadas. Existem evidências descritas que determinam um complexo de espécies abrigados por S. x-signatus (Sichieri et. Al, 2019) e necessita-se de uma revisão taxonômica e análises moleculares.

Sítios reprodutivos

Modo reprodutivo

Época reprodutiva

Tipo de desenvolvimento

Girinos

História Natural

Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.

Morfologia

Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.

Créditos

Fotografias

Samuel Ribeiro

Ilustrações

Gabriela Luiza de Deus

Vocalizações

Colaborador da página

Luiz Henrique Dias Braga VIA: UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO – LZV UFOP
DUELLMAN, William Edward. The status of the hylid frog genus Ololygon and the recognition of Scinax Wagler, 1830. Occas. Pap. Mus. Nat. Hist. Univ. Kansas, v. 151, p. 1-23, 1992. FAIVOVICH, Julián. A cladistic analysis of Scinax (Anura: Hylidae). Cladistics, v. 18, n. 4, p. 367-393, 2002. FERREIRA-SILVA, Cristiana et al. Spatial and temporal distribution in two anuran communities in the Chapada do Araripe, Northeastern Brasil. Biota Neotropica, v. 16, n. 1, 2016. FOUQUETTE JR, M. J.; DELAHOUSSAYE, A. J. Sperm morphology in the Hyla rubra group (Amphibia, Anura, Hylidae), and its bearing on generic status. Journal of Herpetology, p. 387-396, 1977. HEYER, W. Ronald et al. CE 1990. Frogs of Boracéia. Arquivos de Zoologia, v. 31, p. 4231-410. HOOGMOED, Marinus S.; GRUBER, Ulrich. Spix and Wagler type specimens of reptiles and amphibians in the Natural History Musea in Munich (Germany) and Leiden (The Netherlands). Spixiana Supplement, v. 9, p. 319-415, 1983. KÖHLER, J.; BÖHME, W. Anuran amphibians from the region of Pre-Cambrian rock outcrops (inselbergs) in northeastern Bolivia, with a note on the gender of Scinax Wagler, 1830 (Hylidae). Revue française d’Aquariologie, Herpetologie, v. 23, p. 133-140, 1996. LUTZ, B. Brazilian Species of Hyla. Univ. Texas Press, Austin and London, 1973. Miguel Trefaut Rodrigues, Ulisses Caramaschi, Abraham Mijares 2010. Scinax x-signatus. The IUCN Red List of Threatened Species 2010: e.T56005A11404900. https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2010-2.RLTS.T56005A11404900.en. Downloaded on 16 April 2020. MÜLLER, L. Amphibien und Reptilien der Ausbeute Prof. Bresslau’s in Brasilien 1913–14. Abhandlungen der Senckenbergischen Naturforschenden Gesellschaft, Frankfurt am Main 40: p. 259–304, 1927. POMBAL JR, José P.; HADDAD, Célio FB; KASAHARA, Sanae. A new species of Scinax (Anura: Hylidae) from southeastern Brazil, with comments on the genus. Journal of Herpetology, p. 1-6, 1995. SILVA, Bruno Duarte da et al. Uso do espaço, dieta, atividade, morfometria e reprodução de Scinax pachycrus (Miranda-Ribeiro, 1937) e Scinax x-signatus (Spix, 1824) (Amphibia; Hylidae) em uma área de caatinga do alto sertão sergipano. 2011. VON SPIX, Johann Baptist. Animalia nova sive species novae testudinum et ranarum, quas in itinere per Brasiliam annis MDCCCXVII-MDCCCXX jussu et auspiciis Maximiliani Josephi I. Bavariae Regis. München: F. S. Hübschmann, 1824. WAGLER, Johann Georg. Natürliches System der Amphibien: mit vorangehender Classification der Säugethiere und Vögel: ein Beitrag zur vergleichenden Zoologie. JG Cotta, 1830.