Ordem:
Família:

Anura

Bufonidae

Rhinella marina

Ainda não encontramos.

Status de conservação:

IUCN:

Lista Nacional:

Projetos e ações

Ainda não encontramos.

Unidades de conservação

Ainda não encontramos.

DESCRIÇÃO​

Machos 97–116 mm, fêmeas 180–250 mm. O dorso é coberto por tubérculos. A coloração dorsal tem um fundo em diferentes tonalidades de marrom com manchas negras. Glândulas paratóides bem desenvolvidas estão situadas atrás dos olhos. A superfície ventral é creme com diminutos pontos marrons, com ou sem manchas acizentadas. Jovens de Rhinella granulosa são similares em forma e cor a jovens de R. marina , mas R. granulosa tem glândulas paratóides pouco aparentes atrás dos olhos, enquanto em R. marina as glândulas são grandes e bem distintas.

Localidade Tipo:

Ainda não encontramos.

Holótipo

Ainda não encontramos

Parátipos

Ainda não encontramos

Artigo de descrição

Variações da espécie / Morfotipos

Período de atividade:

Habitat

Ainda não encontramos.

Tamanho

Abundância

Venonoso

Ainda não encontramos

Ecologia e história natural

Os machos vocalizam nas margens de poças grandes e permanentes. A desova, de aproximadamente 4.000 a 10.000 ovos, é depositada na superfície d’água como um cordão gelatinoso. Os girinos são pretos, tóxicos para peixes, e formam aglomerados no fundo das poças Os adultos costumam se esconder em pequenas cavidades ou embaixo de troncos caídos durante o dia.

Ameaças

Ainda não encontramos.

Etnobiologia

Ainda não encontramos.

Tipos de Ambientes

Ainda não encontramos.

Galeria de ambientes

Biomas / Eco-regiões

Amazônia

Vocalização

Descrição do canto

Ainda não encontramos

Variações de canto

Reprodução

Os machos vocalizam nas margens de poças grandes e permanentes. A desova, de aproximadamente 4.000 a 10.000 ovos, é depositada na superfície d’água como um cordão gelatinoso. Os girinos são pretos, tóxicos para peixes, e formam aglomerados no fundo das poças Os adultos costumam se esconder em pequenas cavidades ou embaixo de troncos caídos durante o dia.

Sítios reprodutivos

Modo reprodutivo

Época reprodutiva

Tipo de desenvolvimento

Direto, ou seja, sem a presença de girinos.

Girinos

História Natural

Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.

Morfologia

Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.
Ainda não encontramos.

Créditos

Fotografias

Lucicléia Railene

Rodrigo Tinoco

Ilustrações

Gabriela Luiza de Deus

Vocalizações

Colaborador da página

Guia de Sapos da Reserva Adolpho Ducke, Amazônia Central by Lima et al. 2005